Hoteles y apartamentos Riveiro. Playa de Areas Sanxenxo Rias Bajas Pontevedra

 Rotas Urbanas em Sanxenxo

Dentro do município de Sanxenxo, devemos destacar a própria localidade e a zona de Portonovo. Sanxenxo é uma cidade vanguardista que ainda contem a essência do sabor marinheiro destes lugares, conservando ainda as ruas empinadas e os portos pesqueiros de tamanho encanto. O município de Sanxenxo oferece aos seus visitantes uma espetacular natureza unida a generosidade das suas gentes junto a um turismo de qualidade cultural. Por isso não é de estranhar que em temporada estival o numero de habitantes se multiplique por quarto. Conta com uma elegante arquitetura típica galega. O centro urbano possui um rico património arquitetónico. Recomendamos um passeio a pé percorrendo os melhores monumentos do município. Passeando pela zona histórica numa área de 2 kms, transporta-nos no tempo dos primeiros habitantes. Os seguintes  enclaves fazem parte do património monumental de Sanxenxo.

Visitas Imprescindiveis: O Cruzeiro da Praça de Pontevedra e o Pazo dos Patiño data do séc.XVI. A igreja de San Ginés dos séc. XIV-XVI e a casa da reitoria. A casa da Florida data do séc.XVI XVIII. O Pazo de Miraflores data do séc.  XVI. O Pazo de Padriñán e cruzeiro de Padriñán que datam do séc XVI.

 

Rotas culturais

A arquitetura de Sanxenxo e dos municípios circundantes, são de visita obrigatória. Edifícios religiosos, praças, mansões e solares, Pazos, cruzeiros, celeiros, restos arqueológicos e museus, que nos mostra a riqueza cultural das Rias Baixas.

No município de Sanxenxo, temos três visitas culturais de visita obrigatória. As três localizadas na zona da Lanzada na paróquia de Noalla. A Ermita de Nossa Senhora da La Lanzada, o templo é de estilo românico tardio do séc. XII. O Pazo de Quintáns, construído no séc. XVII, rodeado por um magnifico muro de cantaria de granito muito bem trabalhado, é o único público do município e a que podemos entrar no seu interior. Além de visitar os restos arqueológicos da Lanzada, neste lugar haverá que assinalar o descobrimento de uma necrópole e um castro, o castro data do séc VIII a.C, as sepulturas encontradas na necrópole correspondem ao séc III-IV d.C, e ainda conserva os restos de uma fortaleza de segunda metade do séc. X.

Desde La Lanzada devemos tomar sentido a Cruceiro de Soutullo e  Mourelos pelo caminho de “A Rateira”. Onde destacamos o Moinho de A Pasaxe, a Fonte de A Fontiña, a Casa Solar de Porta do Conde, a Fonte e tanque Da vella e a igreja de Santo Estevo de Noalla do séc.XVIII.

 

Rota ao Mosteiro de Armenteira

O Mosteiro de Santa María de Armenteira, está localizado no Concelho  de Meis. Num entorno de grande beleza paisagística nas ladeiras repletas de pinheiros do monte Castrove. Construído no ano 1150, fundado pelo célebre abade  San Ero. Conta a lenda recolhidas as cantigas de Alfonso X o Sábio que o abade esteve encantado escutando o cântico de um pássaro durante mais de trezentos anos, após pedir à Virgem que lhe mostrasse o paraíso.

O templo é um magnifico edifício medieval composto por três naves separadas mediante arcos apontados, de um belo estilo cisterciense tardio. O mosteiro conta com uma impressionante igreja medieval e um claustro de estilo gótico neoclássico.

 

 

Rota a Ribadumia

Ribadumia conta com importantes pazos e igrejas que devemos visitar.  O Pazo de Barrantes, sua imagem mais bela é a presença de um enorme celeiro e a capela, de finais do séc. XV. O Pazo da Pedreira, em que se destaca a imagem da Virgem da Anunciação situada na fachada, que é da segunda metade do séc. XV e o Pazo Quinteiro da Cruz de grande beleza onde se destaca o jardim tipo inglês de finais do séc XVIII, além da quinta destacamos as fontes, cruzeiros, celeiros, relógios de sol e um lavadouro. Devemos admirar  a Igreja de San Andrés de Barrantes, de princípios do séc.  XIII, possui elementos da época românica e da época barroca.



Contato